Inscrições para 15 mil vagas do CNH Social começaram

CNH Social é um programa destinado a pessoas de baixa renda com objetivo de beneficiar essas pessoas com a Carteira de Habilitação, pois sabemos que o valor é bastante alto e muitas dessas pessoas não possuem condições financeiras de arcarem com os custos deste procedimento.

Sendo assim, o programa foi criado para disponibilizar vagas gratuitas para que esses jovens e adultos possam tirar a sua Carteira Nacional de Habilitação Social.

Com o CNH Social, as pessoas podem realizar os seguintes procedimentos:

  • Tirar a Carteira de Habilitação Grátis;
  • Realizar a renovação;
  • Mudança de categoria;
  • Atribuição de categoria.

O projeto vem oferecendo mais de 9 mil vagas, garantindo assim que pessoas de baixa renda e desempregados tenham a oportunidade da CNH.

A seguir, você confere mais informações sobre a CNH Social 2019!

Requisitos para se cadastrar no programa CNH Social

Assim como outros programas concedidos pelo Governo Federal, para se cadastrar na CNH Social 2019 os jovens e adultos precisam se encaixar em algumas regras impostas pelo próprio programa.

Como já mencionamos anteriormente, a CNH Social é destinada para pessoas de baixa renda, ou seja, para aqueles que não possuam condições financeiras de arcarem com os custos deste procedimento.

O programa CNH Social 2019 é destinado para os seguintes casos:

  • Pessoas com renda bruta mensal de até dois salários mínimos;
  • Desempregados a mais de um ano;
  • Pessoas com nenhum registro em sua carteira de trabalho;
  • Beneficiários do Bolsa Família;
  • Alunos da rende pública de educação com ótimo rendimento escolar;
  • Portadores de necessidades especiais;
  • Pequeno agricultor rural;
  • Por fim, ex presidiários.

Caso aconteça empates nas categorias, o sistema leva em conta os seguintes critérios:

Maior tempo de desemprego;

Maior número de dependentes;

Menor renda familiar;

Maior idade;

Dentre outros.Além disso, dos critérios mencionados é preciso que:

Necessário não ter cometido nenhuma infração de trânsito;

Necessário ser de baixa renda (receber até três salários mínimos);

Pessoas que já trabalham no setor de transporte e queiram regularizar a sua situação perante a justiça podem participar;

Necessário fazer a inscrição pela internet participar do processo seletivo.

Estados participantes da CNH Social

Diversos estados brasileiros disponibilizam vagas para o programa CNH Social 2019. Mas é importante lembrar que o programa não é apenas do Governo Federal, ele depende também da autorização do Detran de cada estado.

Confira abaixo os estados que possuem processo seletivo para o programa CNH Social para o ano de 2019:

  • Detran Acre
  • Detran Alagoas
  • Detran Amapá
  • Detran Amazonas
  • Detran Bahia
  • Detran Ceará
  • Detran Distrito Federal
  • Detran Espírito Santo
  • Detran Goiás
  • Detran Maranhão
  • Detran Mato Grosso
  • Detran Mato Grosso do Sul
  • Detran Minas Gerais
  • Detran Pará
  • Detran Paraíba
  • Detran Paraná
  • Detran Pernambuco
  • Detran Piauí
  • Detran Rio de Janeiro
  • Detran Rio Grande do Norte
  • Detran Rio Grande do Sul
  • Detran Rondônia
  • Detran Roraima
  • Detran Santa Catarina
  • Detran São Paulo
  • Detran Sergipe
  • Detran Tocantins

Lembrando que os critérios de seleção para participação no programa podem variar de estado para estado. Em algumas regiões, o benefício é sorteado entre os candidatos, já em outras, é dada a prioridade para os candidatos mais pobres de acordo com os dados do Cadastro Único.

Para saber mais informações sobre quais estados disponibilizam a CNH Social, acesse o site Sest/Senat.

As inscrições vão até o dia 15 de junho . Na primeira etapa serão 2,5 mil vagas

Começam nesta segunda-feira (06) as inscrições para o programa CNH Social, que fornece carteiras de motorista de graça, para moradores de baixa renda do Espírito Santo. A renda familiar de cada candidato deve ser de, no máximo, dois salários-mínimos.

O candidato também precisa estar inserido no Cadastro Único (CadÚnico), do Governo Federal.

O programa vai oferecer 25 mil habilitações em diversas categorias até 2022, com um investimento previsto de 40 milhões de reais. Em 2019 serão oferecidas 5 mil vagas, divididas em duas etapas.

As inscrições são feitas pelo site do Detran-ES, vão até o dia 15 de maio e o resultado com o nome de 2.500 selecionados será anunciado no dia 20 de maio. As 2.500 vagas da segunda etapa serão oferecidas em setembro.

O diretor-geral do Detran no Espírito Santo, Givaldo Vieira, informou que 2 mil vagas serão para as categorias A ou B (moto e carros de passeio), no caso de quem vai tirar a primeira habilitação.

Outras mil vagas são de adição de categoria, para quem, por exemplo, tem carteira de moto e quer uma habilitação para carros de passeio, da categoria B.

O governo estadual afirmou que a geração de empregos é o principal foco do programa. Duas mil vagas são para as categorias D (vans, micro-ônibus e ônibus) e E (carretas e caminhões de maior porte).

Entre as 5 mil vagas, 250 serão destinadas para pessoas com deficiência. “Nós estamos aumentando o número de vagas para aquelas categorias em função das quais as pessoas forem auferir renda e conseguir emprego.

Maiores oportunidades serão dadas para as categorias profissionais e para adição de categoria, para mais oportunidades de renda”, explicou o diretor geral do Detran. Uma novidade para a nova edição do programa é a criação de uma lista de espera automática durante o processo seletivo.

Caso o candidato reprove ou desista do processo, outra pessoa, que está nessa fila, será

A outra novidade do CNH Social é que quem participou da primeira etapa do processo em 2019 vai ter a chance de fazer cursos profissionalizantes para motoristas no segundo semestre. “Aquele que conseguiu a carteira de motorista através do nosso programa vai ter a oportunidade de fazer um curso profissional para motorista de cargas perigosas ou ambulância, ou para motociclista, podendo conseguir emprego em função dessa habilitação”, explicou Givaldo Vieira. As inscrições para o CadÚnico, visando a segunda etapa do programa, podem ser feitas no Centro de Referência de Assistência Social (Cras) de cada município.

PROGRAMA CNH SOCIAL

Vagas oferecidas: 25 mil Valor

investido: R$ 40 milhões

Total de vagas em 2019: 5 mil

Inscrições: site do Detran-ES

Período: 6 a 15 de maio

Resultado: 20 de maio

Critério: Renda familiar de até dois salários-mínimos e estar inserido no CadÚnico

CINCO MIL VAGAS DE 2019

Divisão de etapas: 2.500 vagas em maio e outras 2.500 em setembro

Primeira habilitação (categorias A e B): 2 mil vagas

Adição de categoria: mil vagas

Mudança de categoria (D e E): 2 mil vagas

Deficientes: 250 das cinco mil vagas (5%) serão destinadas para pessoas com deficiência

você pode gostar também

Deixe uma resposta